quarta-feira, 22 de maio de 2013

Cigana Carmem - SUA ORIGEM E HISTÓRIA DE SUA VIDA



Esta cigana é natural da Espanha e viajou quase todos os países de idioma hispânico, como uma autêntica espanhola de sangue quente (arati fachó), inspirou em todas as terras por onde estiveram, vários amores. Muitos declarados, muitos platônicos. Amor, mal que acabaria vitimando a si própria.

Mulher bonita de estatura mediana, tinha boas pernas, longas e bonitas, mãos bem feitas que logo aprenderam a sedução do toque das castanholas do flamenco cigano, logo se tornando uma grande bailarina. Gitana Kalon, amava dançar, e trocava seu trabalho de gáo por apresentações que quase sempre rendiam muito mais. Desde menina sabia-se prometida a um cigano Boyásha, que era um cantor maravilhoso, e um violinista ímpar. Na idade de 16 anos, casou com este cigano chamado Thiago, a quem seus pais haviam escolhido antes dela nascer. Ela era simplesmente apaixonada por Thiago.

Este, um cigano sedutor e envolvente, mais também mandão e imperioso. O abieu (casamento) foi comemorado dias e noites sem parar, as famílias estavam contentes, Carmem e Thiago também, ela só tinha olhos para ele, ele apesar de gostar dela, tinha olhos também para outras mulheres, fossem ciganas ou não.

O tempo passava e ela agora era uma respeitada bailarina e se apresentava junto de seu marido. Todas as apresentações da dupla eram agora um tormento, Carmem sentia pontadas de dor em seu coração toda vez que Thiago tocava e cantava, ela sentia que não era o espetáculo e sim para jellantes (amantes) e lumiascas (prostitutas), que ele tencionava encantar.

Sendo este comportamento uma constante na vida dos dois. Havia brigas entre eles, Thiago era muito assediado, e ela sempre acabava perdoando, sentia um amor próximo a obsessão. Um dia se apresentavam em Granada, Thiago de tanto brincar com sentimentos das mulheres, se viu preso numa teia que não se desfaz, apaixonou-se por uma gadjí, que também se encantou por ele. Por esta mulher, ele abandonou Carmem, passou pela Kris Români, deixou o clã, fez as mais incontáveis loucuras.

Carmem cada vez mais ia se deixando ficar em desespero e tristeza, pedindo a Dieula que ele voltasse para os braços dela. Ela ficou condenada a este amor impossível, Thiago a respeitava, mas não a amava. De tanto sofrer ela acabou ficando muito debilitada. Não conseguia mais andar, comer, ou falar, ficava só deitada como que esperasse a hora derradeira.

Neste tempo Thiago havia sido abandonado pela mulher, ela não agüentou tantas infidelidades. Thiago resolveu voltar para Carmem, que o aceitou de volta, mas ela já estava tão doente que a união de fato era impossível. Thiago chorou, se arrependeu muito de suas leviandades para uma mulher que o amava loucamente e iria pagar com a própria vida por isso. Quando Carmem se foi, ele começou a viver recluso, e a se dedicar a fazer magias para harmonização de casais.

Rituais da Regente do Ano
Se você quer aprender a Magia de Carmem, deveria começar a pensar como um guerreiro, um feiticeiro ou um mago. Falaremos como comadres na cozinha, olhando no olho, sinceramente!
Quem é a Mestra Cigana Carmem? Carmem é a mulher do Amor, aquela que nos deu instintos para depois de uma experiência mal sucedida, continuar a acreditar no amor e estabelecer as regras do que você quer viver de hoje em diante, e cabe a nós buscar esse equilíbrio. Pare de achar que sempre algum fator externo ou alguém pode mudar sua vida, tudo deve começar por você mesmo.

Somos todos seres livres e devemos lutar pelas nossas conquistas. Mas, algumas conquistas podem se tornar amargos pesadelos se não cairmos na realidade e não quisermos acreditar na verdadeira natureza do ser humano. Amor é liberdade de ser. Ame-se e Carmem te reconhecerá como capaz!

A força psíquica dos vivos e sua capacidade mediúnica, ficam multiplicadas pela influência espiritual.  As pessoas comum raramente conseguem isso, mas podem direcionar essa correspondência entre os planos através de rituais. Há, na história da humanidade, uma quantidade infinita de rituais que foram criados, muitos extintos atualmente, outros ocultos, muitos praticados ainda. Todos esses rituais têm por objetivo estabelecer esse contato com os planos superiores, na Magia.

Como respeitador que é da natureza, os ciganos cultuam esse mistério que só por eles é desvendado. Para o povo cigano, a lua cheia é o maior elo de ligação com o sagrado. Mensalmente são realizados grandes festais. As celebrações da lua cheia, acontecem todos os meses em lugares abertos em torno de fogueiras acesas, com muitas comidas, vinhos, danças e orações. Através da dança, a cigana entra em transe e como se transportada, viaja na força da claridade da lua. Ali, ela recebe toda energia e forças espirituais. É uma mistura de magia que faz com que sua intuição aguce cada vez mais os seus poderes sobrenaturais.

Se você estiver fazendo sozinho, siga o passo a passo, se acompanhado, escolha um celebrante para guiar o grupo, conforme, explico abaixo.

Rituais de Carmem 

1º Passo.
Todos falam - se estiver em grupo, você faz o papel de celebrante, você fala em partes e todos repetem.
Encantamento de Limpeza Astral
“Eu, (nome), curo minhas feridas feitas em nome do ego, chamado amor e me liberto de minhas travas emocionais! Sei que sou merecedora de amar e ser amada. E toda e qualquer dor que possa ter feito parte do meu caminho, fica agora no passado. Somente a experiência e a sabedoria colhida fazem parte de mim. Eu de bom grado me rendo ao poder do amor verdadeiro”.

2º Passo.
Visualize a forma de coração no seu coração e faça o encantamento abaixo:
“Peço auxílio à energia da Cigana Carmem, peço por amor, para me mostrar o caminho para o amor de par. Dôo amor sem jamais ferir minha nutrição. Dôo incondicionalmente sem ferir meu coração”.

3º Passo.
Visualize vários corações a sua volta como um cinturão e faça o encantamento abaixo:
“Peço auxílio as Ciganas do Amor, para me mostrar o caminho para o amor. Recebo amor sem medo, o amor que me é dado me alimenta e faz parte do meu merecimento”.

Visualize as três cores - lilás, rosa e vermelho, fluindo em seu coração e faça o encantamento abaixo:

“Evoco a minha verdade interior, minha sabedoria emocional para me ajudar a conseguir o equilíbrio e harmonia em todos os meus relacionamentos, assim como também e principalmente com o meu amado. Eu recebo tanto quanto dou”.

Agradeça as Ciganas Encantadas dos Caminhos do Amor, e também a Carmem.


Apanhe a Maça e a Rosa, cortando o cabinho da rosa e enfie na maça. Comece a evocação. Espalhe pétalas de rosas vermelhas, lilás e rosas.

Você fala e todos repetem.

“Ciganas Carmem, as mais belas, e encantadas
Grandes Mães e Rainhas,
Tu que reinas sobre a paixão,
Tu que reinas sobre o desejo, a Beleza, o Poder e a Glória!
Estende-me a tua mão.
Dirige-me o teu eterno olhar,
E ajuda-me a quem eu quiser dominar, me ver bela e encantada.
Digna-te a minha prece atender:
Desejo e quero (pedidos)
Quero-o aos meus pés a rastejar,
Que seja fazedor dos meus desejos.
Concede-me este favor.
Pelo meu coração a ti me ligo.”
Beijo o coração do meu Amor.

Continua.
“Pelo poder do amor, da beleza e do encanto das ciganas,
Pelo poder do fogo,
Que a magia surta seu efeito.”
Meu amado vais sentir
Vais sentir vontade de me atender, de atender os meus pedidos.
Não terás outra opção,
Senão ficar na minha mão.
Assim seja feito.”

Continua
“Bate por mim, coração mortal,
Vem para mim, a bem ou a mal.
Deseja-me com toda a tua alma,
Sonha comigo quando a noite desce,
Vem para mim, quero-te na minha palma,
Pois estou á tua espera.
Que nada te impeça de atender os meus pedidos,
Pois a mim pertences.
Assim seja.”

Nesta hora chegam as ciganas do Amor (somente em forma de energia, ninguém incorpora), e escutam as suplicas dos presentes:

Aqui se você estiver fazendo o ritual em grupo, o celebrante, dito narrador é você, você fala sozinho, enquanto as pessoas escutam.

Celebrante: As Ciganas do Amor, Rainhas e Encantadas, tem o poder dos quatro cantos do mundo, tem o poder dos elementos, tem o poder do fogo das paixões, do sexo ardente, do sentimento que arde, transforma e cria.
Acender 3 velas de sete horas - lilás, rosa, e vermelha, com água, cristais e incenso, no meio do ritual.
As duplas começam (se você não tem duplas, todos falam, evocando as energias masculinas, e femininas).

A Energia masculina diz: Eu sou o cigano das águas, domino os fenômenos, eu tenho poder de amar profundamente, e este é o meu desejo!

A Energia feminina diz: Eu sou rainha da terra fecunda, doadora do alimento do amor, eu tenho o poder de proteger, e amar, e este é o meu desejo mais profundo.

Celebrante: Em nome da força feminina, das Ciganas e Ciganos encantados do Amor, eu suspendo e abençôo o coração e o amor de todos os presentes e os que estão nos seus pensamentos e olhos.

A Energia masculina diz: Eu sou o cigano, o mantenedor dos acampamentos, eu sou fecundo de amor, meu poder de amar é fértil, ele transforma a vida!

A Energia feminina diz: Eu sou a cigana, a que gera e da forma, eu aceito a semente do seu amor, eu lhe respeito, eu recebo o seu poder de fecundar amor e vida!

Celebrante e todos repetem: Que se faça a gloria da luz, que se faça o resplendor, com a presença do amor tudo se tornará possível.

As pessoas se acariciam, se aconchegam. Nesta hora joga-se pétalas de rosas de todas as cores por cima dos participantes.

Continua e todos falam:
“Invoco a presença das Ciganas dos encantos e da Magia.
Que eu seja inesquecível”
“Invoco a presença das Ciganas. Traga Brilho em minha Aura e de minhas Palavras, Energia e Presença”.

“Invoco a presença das Ciganas. Ajuda-me a ser leve, Alegre e Feliz, eu deixe saudades, nos Amigos, Família e principalmente nos Amores que me desejarem”.

Invoco a presença das ciganas Guardiãs da sedução e da Arte, Ajuda-me a ser Especial, E que onde eu passe, deixe meu rastro, de Luz e Alegria. E que todos queiram minha companhia, minhas palavras, meu pleno Amor e o meu corpo”.

“As influencias de Beleza, Ardor, desejos e Encantos
Estão na minha Aura, no meu corpo, na minha essência,
A beleza, o Brilho, e o Encanto fazem parte de mim
Assim seja e assim sempre será”

Fim deste ritual

Outro pequeno rito de Carmem



Comece a evocação.

Carmem, Cigana Carmem...
Senhora do fogo do amor,
Conjuro-vos em nome de nosso Pai, Grande Bel Karrano,
Senhor dos Raios que nos abençoa e nos guia,
Conjuro-vos em nome de Bárbara, Soberana,
Senhora da Família,
Matriarca, que nos é favorável e nos dá a Vitória,
Conjuro-vos em nome de Many, que nos ilumina do Alto Céu,
Conjuro-vos em nome de Luci e Kale, que protegem as Leis de nosso Povo e os Laços Sagrados de nossa Gente, que nos unem e fortalecem,
Conjuro-vos em nome de Ziram, Ywza, Manolo, Sara, Tizibor, Ywleda, Sandra Rosa e todos os Ciganos e Ciganas da Terra,
Conjuro-vos em nome de Madina, Dihana, Natasha, Luíza, Zepar, Devana, Rania, Linda e de todos os
Conjuro-vos em nome de Carmem, que os revela diante de nós,
Conjuro-vos pelo Poder de Carmencita, Senhora da Paixão,
e da Lua,
Eu vos conjuro os amores que desejo
para que queimem por mim, Aqui e Agora!

As Ciganas, Rainhas Encantadas, tem o poder do ventre e dos quatro cantos do mundo, tem o poder dos elementos, sentimento que transforma e cria.

As pessoas se acariciam, se aconchegam. Nesta hora joga-se pétalas de rosas de todas as cores por cima dos participantes.

“As influencias de Beleza, Ardor, desejos e Encantos
Estão na minha Aura, no meu corpo, na minha essência,
A beleza, o Brilho, e o Encanto fazem parte de mim
Assim seja e assim sempre será”
Aminturah!

Nenhum comentário:

Postar um comentário